Cinco dicas para entrar em 2019 sem dívidas

A promessa de um ano novo traz a ideia de começar tudo novo, e para as dividas, começar com tudo zerado. Mas considerando que com o começo do ano surgem um monte de pagamentos novos a serem feitos, como é possível não ficar endividado já nos primeiros meses do mês?

A fim de ajudar os brasileiros que querem começar o ano zerados, trouxemos aqui cinco dicas para entrar em 2019 sem dividas. Confira tudo no texto a seguir.

1. Esteja preparado para o IPVA

O IPVA corresponde ao Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores e a sua quitação é obrigatória. Muitos motoristas são pegos de surpresa por esse valor e acabam tendo muita dor de cabeça!

Sem pagar o IPVA, fica impossível para o motorista realizar o seu Licenciamento 2019, portanto, vale conferir os valores antes e não pagar fora do prazo, pois isto gera multa. Confira o IPVA RJ, ou o IPVA do seu estado.

2. Aproveite o 13º salário

Uma boa dica é aproveitar o 13º salário para quitar os seus débitos ou guardar para uma situação futura. Ao invés de comprar alguma coisa, muito melhor é garantir que seus boletos estejam zerados.

Começar o ano com as dividas zeradas trará equilíbrio financeiro para o seu bolso pelo resto ano e pode estabilizar a sua situação!

3. Comece a pagar à vista

É importante também que você comece a criar o hábito de pagar à vista. Mesmo que você fique com uma verba menor, lembre-se que não ficará devendo e terá seus próximos pagamentos livres de boletos!

Se não puder pagar à vista, a dica é que você não parcele em mais de três vezes. Com poucas parcelas, você fica livre de juros e pode controlar seus gastos sem acumular dívidas.

4. Prepare-se para o Imposto de Renda

Outro imposto para o qual você deve estar preparado é o IR. A dica é que você visite o site da Receita Federal para ficar por dentro de tudo e faça os cálculos antes do prazo de pagamento.

Sabendo da cifra exata que terá de possuir, você poderá controlar seus gastos e não ficar devendo nenhum imposto. Afinal, o não cumprimento de impostos obrigatórios gera a cobrança de multas e acréscimos de juros.

5. Reveja seus gastos e hábitos

Para, além de começar 2019 sem dívidas, você se manter nessa condição é importante reavaliar a sua situação financeira. Anote todos os seus gatos e tente calcular o quanto do seu salário você está gastando.

Ao passar para o papel, separe o que for necessário do que não é tão fundamental assim para sua vida e estabeleça novos hábitos!