Qual a diferença entre corretora e bancos?

Muita gente pensa que instituições semelhantes são geridas da mesma maneira, mas é importante enfatizar que sempre há distinções a serem mencionados. Por exemplo, você sabe qual a diferença entre corretora e bancos? Na hora de fazer um investimento ou resolver alguma burocracia, você deve pensar bem. Por isso, entenda um pouco mais sobre estas duas instituições a seguir:

Qual a diferença entre banco e corretora?

Quando o assunto é finanças, você deve saber muito bem onde está colocando o seu dinheiro e em quem está confiando. Toda instituição representará algum tipo de recurso ou benefício para você, mas é preciso avaliar minunciosamente e comparar com as suas condições. Nem sempre o que funciona para o financeiro de alguém, irá funcionar para o seu.

Para decidir qual a melhor opção para você, é preciso analisar bem as propostas do banco e da corretora. Entenda a diferença entre ambos a seguir:

Banco

O banco dispõe de acessos práticos e já conhecidos, devido a isto, acabam tendo muita circulação de clientes. Mas geralmente, ao investir junto à instituição, o retorno financeiro recebido não é tão grande.

Além do acesso prático, o banco também irá representar segurança para os seus clientes, por isso mesmo o o retorno mediano, muita gente prefere lidar com esta instituição do que se arriscar em outras.

Esta opção é recomendada principalmente para quem quer investir valores pequenos e não quer lidar diretamente com os negócios, ou seja, quem quer apenas entrar com o financeiro.

Em casos de movimentações maiores, pode ser que o banco exija a apresentação do seu Imposto de Renda ara garantir que você não está sonegando impostos. Então, para assegurar que sua documentação estará em dias e devidamente declarada, fique por dentro do IRPF 2019.

Corretora

Visando atrair mais clientes, muitas vezes, as corretores oferecem propostas muito boas que devem ser analisadas. Diferente dos bancos, aqui se dará melhor o investidor que entrar com um valor grande.

Geralmente, as corretoras oferecem taxa de administração mais baixo e acabam atraindo mais investidores por conta disso. Vale lembrar também, que quanto mais antiga e bem sucedida a instituição, mais seguro será o seu retorno.

Ambas as instituições podem oferecer boas oportunidades para o investidor, o que irá definir a escolha entre elas é o que a pessoa está procurando e quais as suas prioridades.

Para esclarecer o valor das taxas de administração, de retorno e de movimentação, o ideal é procurar o banco e a corretora de sua confiança para se informar e decidir o que será melhor para você.